O que é mitigação de DDoS?

A mitigação de DDoS adequadamente implantada é o que mantém sites on-line durante um ataque. Examine o processo de mitigação de DDoS e as características importantes que devem ser procuradas em um serviço.

Share facebook icon linkedin icon twitter icon email icon

Mitigação de DDoS

Objetivos de aprendizado

Depois de ler este artigo você será capaz de:

  • Explorar estratégias de mitigação de ataques de DDoS
  • Conhecer a extensão de ataques de DDoS
  • Destacar ataques comuns

O que é mitigação de DDoS?

Mitigação de DDoS é o processo de proteger com sucesso um servidor ou rede de destino contra um ataque de negação de serviço distribuído (DDoS). Ao utilizar equipamentos de rede especialmente projetados ou um serviço de proteção baseado em nuvem, uma vítima visada consegue mitigar os ataques que a ameaçam.

Estágios da mitigação de DDoS

Existem quatro estágios de mitigação de um ataque de DDoS que usam o provedor na nuvem:

  1. Detecção — para interromper um ataque distribuído, é preciso que um site consiga distinguir o tráfego de ataque de um alto volume de tráfego normal. Se um lançamento de produto ou outro comunicado resultar em fazer com que um site seja inundado por novos visitantes legítimos, a última coisa que o site deseja é sufocá-los ou impedi-los de visualizar o conteúdo do site. A reputação do IP, padrões comuns de ataque e dados anteriores ajudam a detectar os ataques de forma adequada.
  2. Resposta — nessa etapa, a rede de proteção contra DDoS responde a uma ameaça identificada descartando com inteligência o tráfego de bots mal-intencionados e absorvendo o tráfego restante. Ao usar as regras de página de um WAF para ataques à camada de aplicação (L7) ou outro processo de filtragem para lidar com ataques de nível inferior (camadas L3/L4), como os ataques ao Memcached ou de amplificação do NTP, a rede consegue mitigar a tentativa de perturbação.
  3. Roteamento — ao rotear o tráfego de maneira inteligente, uma solução eficaz de mitigação de DDoS irá dividir o tráfego restante em blocos gerenciáveis, prevenindo-se contra as negações de serviço.
  4. Adaptação — uma boa rede analisa o tráfego em busca de padrões, como a repetição de blocos de IP criminosos, ataques específicos provenientes de determinados países ou protocolos específicos sendo usados incorretamente. Ao se adaptar aos padrões de ataque, um serviço de proteção pode se armar contra ataques futuros.

Como escolher um serviço de mitigação de DDoS

As soluções tradicionais de mitigação de DDoS incluem a compra de equipamentos que serão instalados no local e a filtragem do tráfego de entrada. Essa abordagem envolve a aquisição e manutenção de equipamentos caros, além de depender da existência de uma rede capaz de absorver um ataque. Se um ataque de DDoS for grande o suficiente, conseguirá derrubar a infraestrutura de rede upstream, impedindo que qualquer solução no local seja eficaz. Ao se adquirir um serviço de mitigação de DDoS baseado em nuvem, determinadas características devem ser avaliadas.

  1. Escalabilidade — uma solução eficaz precisa se adaptar às necessidades de uma empresa em expansão e, além disso, responder aos tamanhos crescentes dos ataques de DDoS. Já testemunhamos a ocorrência de ataques de mais de 1 TB por segundo (TBPS) e não há nenhuma indicação de que a tendência dos volumes do tráfego de ataque seja descendente. A rede da Cloudflare é capaz de lidar com ataques de DDoS 10x maiores do que o maior ataque já ocorrido.
  2. Flexibilidade — a capacidade de criar políticas e padrões ad hoc permite que uma propriedade da web se adapte às ameaças que estão chegando em tempo real. A capacidade de implementar regras de página e replicar essas alterações em toda a rede é uma funcionalidade crucial para manter um site on-line durante um ataque.
  3. Confiabilidade — assim como um cinto de segurança, a proteção contra DDoS é um recurso que só é necessário quando você precisa dele, mas quando esse momento chegar, é melhor que esteja funcionando. A confiabilidade de uma solução de DDoS é essencial para o sucesso de qualquer estratégia de proteção. Certifique-se de que o serviço possua altas taxas de tempo de atividade e engenheiros de confiabilidade do site trabalhando 24 horas por dia para manter a rede on-line e identificar novas ameaças. A redundância, o failover e uma ampla rede de data centers devem ser considerados fatores cruciais para a estratégia da plataforma.
  4. Tamanho da rede — os ataques de DDoS seguem padrões que ocorrem em toda a internet, à medida em que os protocolos e vetores de ataque específicos mudam com o tempo. Ter uma rede grande, com ampla transferência de dados, permite que um provedor de mitigação de DDoS analise e responda aos ataques de maneira rápida e eficiente, frequentemente conseguindo interrompê-los antes que ocorram. A rede da Cloudflare executa solicitações da internet para aproximadamente 10% das empresas que constam da lista Fortune 1.000, o que lhe confere uma vantagem na análise de dados do tráfego de ataques ao redor do mundo.