Armazenamento de objetos versus armazenamento em blocos: Qual a diferença entre eles?

O armazenamento de objetos funciona melhor para grandes volumes de dados não estruturados, enquanto o armazenamento em blocos é otimizado para quantidades menores de dados que são acessados com frequência.

Objetivos de aprendizado

Após ler este artigo, você será capaz de:

  • Comparar armazenamento de objetos e armazenamento em blocos
  • Descrever casos de uso para armazenamento de objetos e armazenamento em blocos
  • Explicar os prós e os contras de cada tipo de armazenamento em nuvem

Copiar o link do artigo

Armazenamento de objetos versus armazenamento em blocos: Qual a diferença entre eles?

Armazenamento de objetos e armazenamento em blocos são dois tipos de armazenamento em nuvem, ou seja, armazenamento de dados remoto que pode ser acessado através de uma conexão de internet. O armazenamento de objetos é altamente escalável e personalizável, mas nem sempre rápido. O armazenamento em blocos é rápido, mas geralmente mais caro do que o armazenamento de objetos. Qual se encaixa melhor no caso de uso de uma organização depende de uma série de fatores. Em geral, o armazenamento de objetos é normalmente usado para grandes volumes de dados não estruturados, enquanto o armazenamento em blocos funciona melhor com dados transacionais e pequenos arquivos que precisam ser recuperados com frequência.

Pense no armazenamento em blocos como um estacionamento compacto com manobrista e no armazenamento de objetos como um estacionamento enorme e aberto com muitos metros quadrados de vagas. A garagem do armazenamento em blocos, como podemos chamá-la, permite que os motoristas busquem rapidamente seus carros; mas tem espaço limitado para os veículos. A expansão da capacidade envolveria a construção de uma nova garagem e a contratação de mais manobristas, o que é caro. O estacionamento de armazenamento de objetos, ao contrário, permite que inúmeros motoristas estacionem. No entanto, alguns dos carros podem ficar na parte mais distante do estacionamento e pode levar algum tempo para que os motoristas consigam buscá-los.

Como funciona o armazenamento de objetos e o armazenamento em blocos

Armazenamento em blocos divide arquivos e dados em blocos de igual tamanho. Cada bloco tem um identificador único, armazenado em uma tabela de pesquisa de dados. Quando os dados precisam ser recuperados, a tabela de pesquisa de dados é usada para encontrar os blocos necessários, que são então remontados em sua forma original.

Pense desta forma: a tabela de busca de dados é como a caixa de chaves onde os manobristas guardam as chaves de cada carro. Quando um motorista precisa de seu carro, o manobrista pega a chave e procura onde o carro está, a fim de buscá-lo rapidamente. Da mesma forma, o armazenamento em bloco utiliza identificadores únicos armazenados na tabela de pesquisa de dados para encontrar e recuperar dados rapidamente.

O armazenamento em bloco é rápido e muitas vezes é preferido para aplicativos que precisam carregar dados regularmente a partir do back-end.

O armazenamento de objetos é um método para salvar grandes volumes de dados não estruturados, incluindo dados de sensores, arquivos de áudio, logs, conteúdo de vídeo e fotos, páginas web e e-mails.Cada arquivo ou segmento de dados é salvo como um "objeto", e cada objeto inclui metadados e um nome ou identificador único para a recuperação de dados. (Imagine como um motorista pode anotar seu número de espaço em um grande estacionamento para lembrar onde está seu veículo).

Todos os objetos são armazenados juntos em um "lago de dados" (também chamado de "pool de dados"). Os lagos de dados são planos, não há hierarquia de arquivos, assim como um grande estacionamento é plano, sem rampas ou níveis adicionais.

Quais são os prós e os contras do armazenamento de objetos e do armazenamento em blocos?

Recursos Armazenamento em blocos Armazenamento de objetos
Capacidade de armazenamento Limitado Quase ilimitado
Método de armazenamento Dados armazenados em blocos de tamanho fixo, remontados sob demanda Dados não estruturados em um lago de dados não hierárquico
Metadados Limitado Ilimitado e personalizável
Método de recuperação de dados Tabela de pesquisa de dados Personalizável
Performance Rápido, especialmente para arquivos pequenos Depende, mas funciona bem com arquivos grandes
Custo Depende do fornecedor, geralmente mais caro Depende do fornecedor, geralmente menos caro (com exceção das taxas de saída)

Como visto na tabela acima, há muitas áreas em que o armazenamento em blocos e de objetos são diferentes. Entretanto, as organizações devem avaliar cuidadosamente os recursos de cada modelo em quatro áreas primárias: custo, desempenho, capacidade e metadados.

Uma das maiores vantagens do armazenamento de objetos é seu custo. O armazenamento de dados via armazenamento de objetos é geralmente mais barato do que o armazenamento em blocos. O armazenamento em blocos requer uma quantidade razoável de poder de processamento para que os dados possam ser remontados e lidos com frequência e esta otimização para o desempenho tende a torná-lo mais caro.

Por outro lado, o desempenho é uma vantagem para o armazenamento em blocos, particularmente para arquivos menores. Os objetos no armazenamento de objetos não devem ser acessados e carregados regularmente, mas esse é o caso do armazenamento em blocos.

Outra vantagem do armazenamento de objetos é sua capacidade ilimitada, ou praticamente ilimitada. Os lagos de dados do armazenamento de objetos podem ser tão grandes quanto desejado e os clientes pagam apenas pelo que utilizam. O armazenamento em blocos é limitado e caro para ser expandido.

Finalmente, os metadados são um importante ponto de diferença. Há muitos casos em que os desenvolvedores ou as organizações podem querer anexar informações importantes aos arquivos que estão armazenando, para ajudar a encontrar, interpretar e contextualizar os dados dentro deles. O armazenamento em blocos permite apenas metadados muito básicos, enquanto os metadados do armazenamento de objetos são altamente flexíveis.

Quais casos de uso são melhores para o armazenamento em blocos? E para armazenamento de objetos?

Cada aspecto do armazenamento em blocos e de objetos pode ser uma vantagem, ou uma desvantagem, dependendo das necessidades de uma organização.

Voltando ao nosso exemplo de estacionamento: vans grandes, caminhonetes grandes e veículos recreativos podem não caber muito bem na garagem do armazenamento em blocos. Mas com seus amplos espaços abertos, o estacionamento do armazenamento de objetos é um bom lugar para estacionar tais veículos.

Portanto, o tipo de armazenamento que um desenvolvedor ou organização escolhe depende do tamanho dos veículos que deseja "estacionar", e com que frequência eles precisam tirar esses veículos do estacionamento.

Para grandes quantidades de dados não estruturados, especialmente se esses dados não precisarem ser lidos regularmente, o armazenamento de objetos pode funcionar melhor. Os casos de uso comuns para armazenamento de objetos incluem:

  • Ativos de aplicativos
  • Registros e Análise de Dados
  • Cópias de segurança do sistema
  • Vídeo, áudio, imagens e outras mídias
  • Arquivos de dados
  • Conjuntos de dados para aprendizado de máquina
  • Armazenamento de dados para aplicativos sem servidor e de microsserviços

Para quantidades menores de dados e arquivos menores que precisam ser carregados com rapidez e frequência, o armazenamento em blocos pode funcionar melhor. Os usos do armazenamento em blocos incluem:

  • Dados críticos do sistema
  • Armazenamento de banco de dados
  • Dados de aplicativos de missão crítica
  • Volumes RAID (RAID, ou matriz redundante de discos independentes, é um método para armazenar os mesmos dados em vários discos rígidos ou unidades)

No entanto, os casos de uso listados acima não pretendem ser definitivos. Há várias maneiras de usar tanto o armazenamento de objetos quanto o armazenamento em blocos. Vale a pena notar que a necessidade de armazenar grandes volumes de dados não estruturados (o que é melhor com o armazenamento de objetos) deve crescer.

O Cloudflare R2 é armazenamento em blocos ou armazenamento de objetos?

O Cloudflare R2 é armazenamento de objetos, e como tal oferece todas as vantagens descritas para o armazenamento de objetos, mas com um benefício adicional essencial: sem taxas de saída. Imagine o R2 como um grande estacionamento que não cobra taxa para sair do estacionamento. Enquanto isso, outros estacionamentos surpreendem os motoristas, obrigando-os a pagar quantias exorbitantes para que saiam com seus carros do estacionamento.

O Cloudflare R2 foi projetado para dar aos desenvolvedores a capacidade de criar as arquiteturas multinuvem que eles precisam com o armazenamento de objetos compatível com S3.O R2 também se integra com o Cloudflare Workers (uma plataforma para gravar funções e microsserviços que é executada sob demanda) para funcionalidade dinâmica.Saiba mais sobre o R2.