theNet by CLOUDFLARE

Proteger a saúde

Desafios únicos da segurança na saúde

O setor de saúde é um dos setores que mais evoluem e mais críticos para inovar. Ele abrange um vasto ecossistema de profissionais de saúde, incluindo médicos, enfermeiros, técnicos e administradores, que assumem a enorme responsabilidade de fornecer cuidados de alta qualidade aos pacientes. Dentro desse ecossistema, uma enorme quantidade de informações e dados são gerados, armazenados e compartilhados diariamente. Isso inclui registros médicos, planos de tratamento, resultados de testes, informações de cobrança e muito mais. O fluxo contínuo de todas essas informações é fundamental para a prestação de cuidados de saúde eficazes, mas também apresenta desafios significativos em termos de segurança e privacidade.


Segurança cibernética na área da saúde

À medida que a tecnologia de saúde avança, os desafios e as ameaças à segurança dos dados dos pacientes também se tornam cada vez mais complexos. Um desafio proeminente é o cenário de segurança em constante evolução, onde os cibercriminosos visam especificamente as organizações de saúde devido ao alto valor dos dados dos pacientes para roubo de identidade, fraude financeira ou ataques de ransomware. Outra questão é a complexidade dos sistemas de saúde, que envolvem uma variedade de partes interessadas, como prestadores de serviços de saúde, seguradoras, empresas farmacêuticas e fornecedores terceirizados. Como cada instituição necessita de acesso a dados confidenciais de pacientes, isto pode aumentar a possibilidade de ameaças internas e violações inadvertidas de dados devido a erros humanos ou autorização inadequada. Registros eletrônicos de saúde (RES), telemedicina e outros sistemas digitais simplificaram o armazenamento, acesso e compartilhamento de informações do paciente, mas também criaram novos riscos para ataques cibernéticos e violações de dados.

Os riscos de segurança cibernética no setor de saúde estão se tornando mais frequentes e sofisticados, à medida que a saúde explora inovações em tecnologias digitais. Os dispositivos médicos também são suscetíveis a ataques cibernéticos, que podem comprometer a segurança do paciente. Para a maioria dos cibercriminosos, o objetivo principal é obter acesso não autorizado a dados confidenciais dos pacientes. Para enfrentar esses desafios e ameaças de segurança em constante evolução, tornou-se imperativo que as organizações de saúde adotem uma abordagem abrangente e proativa em relação à segurança cibernética.


Soluções de segurança cibernética para o ecossistema de saúde

No ecossistema da saúde, as soluções de segurança cibernética são essenciais para proteger as informações pessoais e médicas dos pacientes contra acesso não autorizado, roubo ou uso indevido. Segundo pesquisas, houve um aumento de 60% nos ataques cibernéticos no setor de saúde em 2022 em comparação com o ano anterior. Tendo esses desafios em mente, aqui estão algumas das principais soluções de segurança cibernética que as organizações de saúde devem pensar em implementar:

  • Uma estrutura Zero Trust: a abordagem Zero Trust desafia o modelo tradicional de entidades confiáveis com base apenas em sua localização na rede. Ela enfatiza a verificação e validação de todos os usuários e dispositivos, independentemente de sua localização, e a implementação de controles de acesso rígidos para reduzir o risco de acesso não autorizado. Ao adotar essa estrutura, as organizações de saúde podem aprimorar sua postura de segurança e proteger os dados do paciente contra ameaças externas e riscos internos.

  • Segurança robusta de rede e endpoints: a implementação de medidas avançadas de segurança de rede, como firewalls, detecção de intrusão, sistemas de prevenção e arquitetura de rede segura, pode ajudar a fortalecer o ecossistema de saúde contra ameaças cibernéticas. Além disso, a implantação de soluções de proteção de endpoints, incluindo software antivírus, criptografia e recursos de limpeza remota segura, funciona para proteger contra malware, violações de dados e acesso não autorizado a informações confidenciais.

  • Auditorias regulares de segurança e testes de penetração: a realização de auditorias regulares de segurança e testes de penetração permite que as organizações de saúde identifiquem vulnerabilidades e fraquezas em seus sistemas. Ao abordar essas lacunas prontamente, as organizações podem fortalecer proativamente sua infraestrutura de segurança e minimizar a possibilidade de violações de dados.

  • Treinamento e conscientização dos funcionários: educar os funcionários sobre as melhores práticas de segurança cibernética é essencial para mitigar os riscos. Os programas de treinamento devem abranger tópicos como identificação de e-mails de phishing, uso de senhas fortes e como lidar de forma segura com dados confidenciais. Ao promover uma cultura de conscientização sobre segurança cibernética, as organizações de saúde podem capacitar sua força de trabalho para se tornar a primeira linha de defesa contra ameaças cibernéticas.

  • Criptografia de dados e medidas de privacidade: criptografar dados em repouso e em trânsito é vital para proteger as informações dos pacientes contra acesso não autorizado. As organizações de saúde também devem implementar medidas robustas de privacidade, incluindo controles de acesso, anonimização de dados e logs de auditoria, para garantir a conformidade com os regulamentos de proteção de dados e manter a confiança dos pacientes.

As organizações de saúde podem fortalecer suas defesas, proteger os dados dos pacientes e reduzir os riscos associados a ataques cibernéticos implementando várias soluções de segurança cibernética, incluindo a estratégia Zero Trust. Para manter a segurança e a privacidade das informações confidenciais, é fundamental priorizar a segurança cibernética como um componente essencial do ecossistema de saúde. As partes interessadas na área da saúde devem colaborar para estabelecer padrões e melhores práticas em todo o setor para lidar com ameaças de segurança cibernética e proteger a privacidade dos pacientes. Com uma abordagem abrangente e colaborativa, o setor de saúde pode superar desafios de segurança exclusivos e garantir que os dados dos pacientes fiquem seguros e protegidos.

À medida que o setor de saúde continua evoluindo e adotando a transformação digital, garantir medidas de segurança robustas é fundamental para proteger os dados do paciente, manter a continuidade operacional e proteger a segurança do paciente. Ao entender e abordar os desafios de segurança exclusivos enfrentados pelo setor de saúde e implementar soluções eficazes, as organizações de saúde podem aprimorar sua postura de segurança e mitigar os riscos associados às ameaças cibernéticas. Os esforços coletivos das partes interessadas na área da saúde podem desempenhar um papel fundamental no estabelecimento de padrões em todo o setor para as melhores práticas no combate aos fatores de risco comuns.

Proteja os dados do paciente, acelere o desempenho e ofereça aos funcionários e terceiros acesso seguro aos sistemas internos com o Cloudflare for Healthcare.

Este artigo é parte de uma série sobre as tendências e os assuntos mais recentes que influenciam os tomadores de decisões de tecnologia hoje em dia.

Este artigo foi originalmente produzido para a Express Healthcare


Principais conclusões

Após ler este artigo, você entenderá:

  • A importância de adotar uma abordagem abrangente e proativa em relação à segurança cibernética

  • Cinco soluções que as organizações de saúde devem pensar em implementar


Recursos relacionados

Receba um resumo mensal das informações mais populares da internet.