Crisp

A Crisp usa o balanceamento de carga da Cloudflare para melhorar o desempenho global da aplicação de relacionamento com o cliente.

Crisp is a SaaS based customer relationship application, providing customers with features such as a chat box, email replies, and an operator dashboard to quickly reply to customer queries. Crisp targets the unpenetrated markets of Eastern Europe, Asia, and the Middle East, where a customer relationship solution doesn’t exist or customers are in need of replacing outdated and expensive legacy technology.

Crisp’s Challenge: Ensure Global Performance While Maintaining Local Infrastructure

À medida que crescia, a Crisp queria minimizar as despesas adicionais mantendo a infraestrutura sediada na Europa, mas sem deixar de oferecer uma plataforma de alto desempenho aos clientes. Valérian Saliou, CTO da Crisp, explicou: “Inicialmente, tínhamos muitos problemas com latência na Ásia, porque o conteúdo dinâmico da nossa aplicação de bate-papo demorava para ir e voltar entre o usuário e nossos servidores na Europa. Estamos usando o CDN da Cloudflare desde o primeiro dia. Isso nos ajudou imediatamente a melhorar a entrega de ativos estáticos em alguns segundos. No entanto, ainda queremos otimizar a entrega do conteúdo dinâmico por meio de uma solução que nos permita manter a infraestrutura europeia”.

crisp-avg-load-time

Crisp’s Solution: A Cloud-Based, Global Load Balancer

When Crisp saw Cloudflare’s Load Balancing Early Access offering, they opted into the program to see if they could leverage it to help with the latency they were seeing with dynamic content. Cloudflare’s Global Load Balancing routes Crisp’s customers to the origin server closest to them, which not only shortens the distance content needs to travel, but also allows for cryptographic termination closer to the end user—ensuring minimal latency for the end user. The results were better than Crisp could’ve hoped— “When we rolled out Cloudflare Load Balancing,” Saliou explained “to route traffic across our atlas of websocket servers (tunneled into our core infrastructure through a VPN), we immediately got messages from customers in Asia and Oceania thanking us for the improvement.” With Load Balancing, Crisp saw latency times of their dynamic content drop an additional 2-3 seconds . Plus, with Health Checks and Failover built into Cloudflare Load Balancing, Crisp’s customers enjoy continual unfettered performance through Crisp’s ability to monitor the health of their websocket servers and automatically shift traffic to healthy servers when a server is experiencing poor performance.

Quando a Crisp lançou sua API para o público, também foram observados os benefícios de Page Rules e de proteção contra DDoS da Cloudflare. “Nosso padrão é Cache Everything para ajudar a reduzir a largura de banda. Depois, usamos Page Rules para especificar exceções para nossa API e para TTLs diferentes para determinados serviços”, explicou Saliou. Além disso, a Crisp aproveita a proteção que tem para sua API com a proteção contra DDoS da Cloudflare. Saliou continuou: “Até o momento, interrompemos dois ataques que estavam tentando deixar nossa API off-line com o modo I'm Under Attack e não tivemos nenhuma interrupção no serviço”.

Saliou concluiu: “Mesmo se não considerássemos o custo, que foi um fator importante na tomada de decisão, a Cloudflare ainda supera os concorrentes em termos de serviço, integração e facilidade de uso”.

Estudos de caso relacionados
Principais resultados

O balanceamento de carga global reduziu a latência para clientes internacionais em dois a três segundos

O modo I'm Under Attack mitigou ataques de DDoS sem qualquer interrupção no serviço

Escala com suporte internacional e manutenção de infraestrutura local

A Cloudflare maximizou a qualidade do serviço e minimizou o tempo de resposta do serviço da Crisp. É a popularização da infraestrutura cara de rede para as massas. Não conseguimos mais viver sem ela.

Valérian Saliou
CTO