Como proteger um site

Segurança do site são os métodos e protocolos usados para defender o site contra uma série de ameaças cibernéticas.

Objetivos de aprendizado

Após ler este artigo, você será capaz de:

  • Saber o que é segurança do site
  • Compreender a importância de proteger um site
  • Explorar as práticas recomendadas para proteger um site

Conteúdo relacionado


Quer saber mais?

Assine o theNET, uma recapitulação mensal feita pela Cloudflare dos insights mais populares da internet.

Consulte a política de privacidade da Cloudflare para saber como coletamos e processamos seus dados pessoais.

Copiar o link do artigo

O que é segurança do site?

A segurança do site é a prática, os métodos e o protocolo destinados a defender e proteger um site e seus dados. Os métodos são projetados para evitar uma ampla gama de ameaças à segurança cibernética, como ataques DDoS, ataques de injeção de SQL ou malware. A ameaça à segurança cibernética pode ter um impacto amplo e devastador para as empresas, como custos econômicos, tais como perda de receita e despesas para remediação, reputação da marca prejudicada devido à má cobertura da mídia e perda de confiança, além de custos regulatórios, como multas significativas por não proteger PII de acordo com o GDPR ou HIPAA.

Por que a segurança do site é importante?

A implementação de medidas de segurança do site é fundamental para proteger a empresa de ataques cibernéticos. O bloqueio de possíveis ameaças ajuda as organizações a:

  • Proteger dados confidenciais. Os sites geralmente contêm ou hospedam informações pessoais confidenciais, como nomes, endereços, números de telefone ou detalhes financeiros (como informações de cartão de crédito). Dados comprometidos podem levar a uma perda significativa da confiança do cliente, problemas legais e possíveis perdas financeiras.
  • Evitar a interrupção dos negócios. Os invasores podem causar interrupções no site ou diminuir o desempenho por meio de ataques de bots ou ataques DDoS direcionados, resultando em uma interrupção significativa dos negócios. Isso pode custar caro para empresas no comércio eletrônico.
  • Cumprir os requisitos regulatórios. A maioria das empresas é responsável por uma série de regulamentações federais e internacionais, incluindo HIPAA, Setor de Cartões de Pagamento e GDPR. A não conformidade resultará em multas e penalidades pesadas.
  • Aprimorar a SEO e a visibilidade do site. Os mecanismos de pesquisa, como o Google ou o Bing, penalizam as empresas por terem sites infectados ou sem segurança. Ao tomar medidas para proteger o site, as empresas podem impulsionar a SEO e garantir que seus sites sejam indexados corretamente.

Como proteger um site?

Há muitas maneiras de proteger um site. Muitas das práticas recomendadas se enquadram em quatro categorias: medidas técnicas, codificação e design, controle de acesso e gerenciamento de usuários, e planos de backup e recuperação.

  1. As medidas técnicas incluem a implementação de soluções e ferramentas para proteger um site, como certificados Secure Sockets Layer (SSL) para criptografia, firewall de aplicativos web (WAF) para filtrar e bloquear tráfego malicioso, plug-ins ou software de segurança para verificar ameaças, redes de distribuição de conteúdo (CDN) para bloquear ataques DDoS e a implementação de atualizações e correções regulares no CMS, nos plug-ins e nos temas do site.
  2. As práticas recomendadas de codificação e design podem minimizar os riscos de segurança. Os exemplos incluem validação de entrada para proteção contra ataques de injeção de SQL, armazenamento seguro de senhas de usuários, autenticação de usuários e gerenciamento de sessões seguros, além de minimizar o uso de códigos de terceiros.
  3. O controle de acesso e gerenciamento de usuários é a prática de gerenciar quem tem acesso ao back-end do site. Exemplos de controle de acesso incluem o uso de senhas fortes e sua troca regular, a implementação de autenticação de dois fatores, a limitação do acesso administrativo, a análise regular do acesso de usuários e a remoção de permissões de usuário desnecessárias.
  4. Os planos de backup e recuperação ajuda as empresas a se preparar para os piores cenários possíveis. As práticas recomendadas incluem backups regulares dos dados, testes dos procedimentos de recuperação de backup e garantia de que os dados de backup estejam seguros.

Como a Cloudflare ajuda a proteger sites?

A Cloudflare oferece muitos serviços de segurança na web , incluindo mitigação de DDoS, um firewall de aplicativos web, proteção de APIs e muito mais. Para experimentá-los, inscreva-se em um plano da Cloudflare.