O que é um registro de DNS CNAME?

O registro CNAME de DNS funciona como um pseudônimo para os nomes de domínio que compartilham um único endereço IP.

Objetivos de aprendizado

Após ler este artigo, você será capaz de:

  • Entenda como os registros CNAME funcionam no contexto de uma pesquisa de domínio
  • Entenda a relação entre os registros CNAME e os registros A

Copiar o link do artigo

O que é um registro de DNS CNAME?

Um registro "de nome canônico" (CNAME) aponta de um domínio de alias para um domínio "canônico". Um registro CNAME é usado no lugar de um registro A, quando um domínio ou subdomínio é um alias de outro domínio. Todos os registros CNAME devem apontar para um domínio, nunca para um endereço de IP. Imagine uma caça ao tesouro em que cada pista aponta para outra pista, e a pista final aponta para o tesouro. Um domínio com um registro CNAME é como uma pista que pode direcioná-lo para outra pista (outro domínio com um registro CNAME) ou para o tesouro (um domínio com um registro A).

Por exemplo, suponha que blog.example.com tenha um registro CNAME com um valor de "example.com" (sem o "blog"). Isto significa que quando um servidor de DNS acessa os registros de DNS para blog.example.com, ele na verdade aciona outra pesquisa de DNS para example.com, retornando o endereço de IP de example.com por meio de seu registro A. Nesse caso, diríamos que example.com é o nome canônico (ou nome verdadeiro) de blog.example.com.

Muitas vezes, quando os sites têm subdomínios como blog.example.com ou shop.example.com, esses subdomínios terão registros CNAME que apontam para um domínio raiz (example.com). Dessa forma, se o endereço de IP do host mudar, somente o registro de DNS A do domínio raiz precisa ser atualizado e todos os registros CNAME acompanharão quaisquer mudanças feitas no raiz.

Um equívoco frequente é que um registro CNAME deve sempre apontar para o mesmo site que o domínio para o qual aponta, mas este não é o caso. O registro CNAME apenas direciona o cliente para o mesmo endereço de IP do domínio raiz. Uma vez que o cliente atinja esse endereço de IP, o servidor web ainda continuará manuseando a URL de acordo. Assim, por exemplo, blog.example.com pode ter um CNAME que aponta para example.com, direcionando o cliente para o endereço de IP do site example.com. Mas quando o cliente realmente se conecta a esse endereço de IP, o servidor web olhará a URL, verá que esta corresponde a blog.example.com, e exibirá a página do blog e não a página inicial.

Exemplo de um registro CNAME:

blog.example.com tipo de registro: valor: TTL
@ CNAME é um apelido de example.com 32600

Nesse exemplo é possível ver que blog.example.com aponta para example.com, e supondo que se baseia no nosso registro A do exemplo sabemos que ele apontará para o endereço de IP 192.0.2.1.

Relatório
2023 GigaOm Radar for DNS Security
Fale com um especialista
Saiba como a Cloudflare pode proteger sua empresa

Um registro CNAME pode apontar para outro registro CNAME?

Fazer com que um registro CNAME aponte para outro registro CNAME é ineficiente porque requer várias pesquisas de DNS antes que o domínio possa ser carregado, o que torna a experiência do usuário mais lenta, mas é possível. Por exemplo, blog.example.com poderia ter um registro CNAME que apontasse para o registro CNAME de www.example.com, que então apontaria para o registro A de example.com.

CNAME para o blog.example.com:

blog.example.com tipo de registro: valor: TTL
@ CNAME é um apelido de www.example.com 32600

O que aponta para um CNAME de www.example.com:

www.example.com tipo de registro: valor: TTL
@ CNAME é um apelido de example.com 32600

Essa configuração acrescenta uma etapa extra ao processo de pesquisa de DNS e deve ser evitada se possível. Em vez disso, os registros CNAME tanto para blog.example.com quanto para www.example.com devem apontar diretamente para example.com.

DNS rápido e seguro
DNS gratuito incluído em qualquer plano da Cloudflare

Quais são as restrições ao uso dos registros CNAME?

Os registros MX e NS não podem apontar para um registro CNAME; eles devem apontar para um registro A (no IPv4) ou para um registro AAAA (no IPv6). Um registro MX é um registro de troca de e-mails que direciona o e-mail para um servidor de e-mails. Um registro NS é um registro de "name server" e indica qual servidor de DNS é autoritativo para aquele domínio.

Saiba mais sobre registros MX ou registros NS.