O que é nuvem híbrida? | Definição de nuvem híbrida

A maioria das nuvens híbridas combina uma nuvem pública a uma nuvem privada.

Share facebook icon linkedin icon twitter icon email icon

Nuvem híbrida

Objetivos de aprendizado

Depois de ler este artigo você será capaz de:

  • Saiba o que significa "nuvem híbrida"
  • Entenda os diferentes tipos de ambientes em nuvem combinados em uma nuvem híbrida
  • Explique a diferença entre nuvem multicloud e nuvem híbrida
  • Explore os prós e contras das nuvens híbridas

O que significa "nuvem híbrida"?

Uma nuvem híbrida mistura dois ou mais tipos de ambientes de nuvem. As implantações de nuvem híbrida combinam nuvens públicas* e nuvens privadas**, e também podem incluir uma infraestrutura local obsoleta. Para que uma nuvem seja realmente híbrida, esses diferentes ambientes de nuvem devem estar fortemente interconectados, funcionando essencialmente como uma única infraestrutura combinada. Quase todas as nuvens híbridas incluem pelo menos uma nuvem pública.

Implantação de nuvem híbrida

Uma nuvem híbrida se parece um pouco com um carro híbrido. Os carros híbridos combinam duas tecnologias totalmente distintas: um motor de combustão a gasolina e também movido a energia elétrica. Cada tecnologia funciona de uma maneira totalmente diferente e cada uma tem suas vantagens e desvantagens. No entanto, quando as duas são combinadas de maneira eficaz, o resultado é um carro mais eficiente do que a maioria dos carros movidos apenas a gasolina e, por outro lado, mais potente do que a maioria dos carros totalmente elétricos. Da mesma forma, as nuvens híbridas combinam as vantagens de vários tipos de ambientes em nuvem para maior eficiência e funcionalidade.

As nuvens híbridas têm diversos usos. Uma organização pode usar sua nuvem privada para alguns serviços e sua nuvem pública para outros, ou pode usar a nuvem pública como backup da sua nuvem privada. Também podem usar a nuvem pública para lidar com períodos de alta demanda e, ao mesmo tempo, manter a maioria das operações em sua nuvem privada.

(Para saber mais sobre como funciona a tecnologia em nuvem, consulte o artigo O que é a nuvem?)

Quais são os tipos de ambientes encontrados nas nuvens híbridas?

Quaisquer combinações entre dois dos ambientes listados abaixo podem ser consideradas como uma "nuvem híbrida":

  • *Nuvem pública: uma nuvem pública é um serviço de nuvem executado por um fornecedor externo que pode incluir servidores em um ou vários data centers. As nuvens públicas são compartilhadas por várias organizações. Usando máquinas virtuais, os servidores individuais podem ser compartilhados por empresas diferentes. Essa situação é denominada "multilocatários", porque várias empresas alugam espaço de servidor no mesmo servidor físico.
  • **Nuvem privada local: uma nuvem privada é um data center totalmente dedicado a uma empresa. Os servidores em uma nuvem privada não são compartilhados com nenhum software, arquivos ou dados alheios. As nuvens privadas locais são mantidas e protegidas pelas próprias organizações, não por um fornecedor externo.
  • Nuvem privada hospedada: é muito semelhante a uma nuvem privada local, pois os servidores são totalmente dedicados a uma organização. No entanto, os servidores de nuvem em uma nuvem privada hospedada não estão localizados nos escritórios de uma organização; ao contrário, um provedor terceirizado hospeda e mantém os servidores em um ou mais data centers remotos, enquanto a organização acessa a nuvem pela internet e não por uma rede interna. Mas, diferentemente de uma nuvem pública, não há multilocatários: os servidores de nuvem não são compartilhados com outras organizações.
  • No local (obsoleta): as implantações locais ou obsoletas não usam tecnologia de nuvem. Alternativamente, as organizações que usam esse modelo seguem a prática clássica de adquirir licenças de software, instalar e manter o hardware em seu estabelecimento e instalar o software localmente nos computadores dos funcionários. Em outras palavras, ao invés de trabalhar no Google Docs (por exemplo), os funcionários usariam o Microsoft Word ou algum outro programa instalado e sendo executado em seus computadores.

Qual é a diferença entre nuvem híbrida e multicloud?

Multicloud x nuvem híbrida

Uma implantação multicloud combina várias nuvens públicas, enquanto uma nuvem híbrida combina uma nuvem pública com outro tipo de ambiente. As nuvens híbridas combinam maçãs e laranjas, enquanto uma implantação multicloud é mais como combinar vários tipos de maçãs.

A multicloud também pode ser uma nuvem híbrida se misturar vários tipos de ambientes em nuvem, além de usar múltiplas nuvens públicas — assim como um retângulo pode ser um quadrado, mas nem todos os retângulos são quadrados. Por outro lado, uma implantação de nuvem híbrida também pode ser multicloud se usar várias nuvens públicas.

Como os diferentes ambientes se comunicam entre si em uma nuvem híbrida?

Para que uma nuvem híbrida funcione bem, a conexão entre as nuvens isoladas é fundamental. Nuvens públicas, nuvens privadas e a infraestrutura no local podem se conectar de várias maneiras, entre elas:

  • APIs (Interfaces de Programação de Aplicações)
  • VPNs (Redes Privadas Virtuais)
  • WANs (Redes de Longa Distância)

Sem uma conexão funcional entre as nuvens, uma organização não estará rodando uma nuvem híbrida: estará apenas executando em paralelo dois ou mais ambientes em nuvem separados e não colherá os benefícios das implantações de nuvem híbrida.

Quais são as vantagens de se utilizar uma arquitetura de nuvem híbrida?

  • Flexibilidade: as nuvens híbridas facilitam a mudança para um estilo diferente de implantação na nuvem. Por exemplo, se uma empresa decidir mudar para uma implantação exclusivamente em nuvem pública, será mais simples se alguns processos ou o armazenamento da empresa já estiverem ocorrendo em uma nuvem pública.
  • Maior variedade de tecnologias: por meio de uma nuvem pública, uma empresa pode incluir uma tecnologia cuja execução em uma nuvem privada não é muito prática, como o processamento de big data.
  • Backups para evitar o tempo de inatividade: se uma nuvem for derrubada ou parar de funcionar, uma empresa poderá contar com a outra nuvem, evitando interrupções do serviço. Esse tipo de redundância também é uma vantagem das implantações multinuvem.
  • Atender aos picos de demanda: uma empresa pode executar a maioria de seus processos em uma nuvem privada e, em seguida, usar uma nuvem pública para obter um poder de computação extra se for preciso lidar com um aumento repentino da carga de trabalho — por exemplo, mais usuários do que o normal acessando um site de comércio eletrônico durante as promoções da Black Friday. Essa estratégia é conhecida como "explosão da nuvem", porque uma carga de trabalho "explode" de uma nuvem para uma nuvem maior.
  • Possível economia de custos: a manutenção de um data center interno, como uma nuvem privada, pode custar caro e exigir muitos recursos. Ao migrar algumas operações para uma nuvem pública, uma organização não precisa mais manter tanta infraestrutura no local, reduzindo seus custos.
  • Manter os dados confidenciais no local: algumas organizações lidam com dados confidenciais, como números de cartão de crédito, informações sobre planos de saúde ou dados financeiros. Ao manter esses dados no local, a empresa exerce muito mais controle sobre as medidas de segurança que protegem os dados confidenciais. Em uma implantação de nuvem híbrida, uma organização pode manter dados confidenciais em uma nuvem privada segura e, além disso, usar nuvens públicas para rodar o restante de suas aplicações.

Quais são as desvantagens de se usar uma arquitetura de nuvem híbrida?

  • Maior superfície de ataque: sempre que a infraestrutura de rede se torna mais complexa, há uma chance maior de que um invasor encontre uma vulnerabilidade a ser explorada. Uma única nuvem (digamos, uma nuvem privada) pode ter sólidas proteções de segurança implementadas. Porém, se várias nuvens de diferentes fornecedores forem utilizadas, nem todas terão a mesma qualidade de segurança.
  • Integrações mais complexas: a conexão e orquestração entre diferentes tipos de nuvens são cruciais. Em vista disso, temos mais etapas para configurar uma nuvem híbrida do que para implantar uma única nuvem pública ou privada, já que a tecnologia de conexão (como uma VPN) também precisa ser configurada e conservada.
  • Complicada para se proteger: enquanto uma nuvem privada no local é rodada por trás do firewall da empresa, o mesmo não acontece com uma nuvem privada hospedada ou nuvem pública. Para ser capaz de manter seus dados seguros, uma empresa pode precisar usar diversos produtos de segurança, alguns para a nuvem local e outros para a nuvem pública. Além disso, pode ser complicado validar a identidade de um usuário em diversas nuvens (controle de acesso).

Como a Cloudflare se integra às implantações de nuvem híbrida?

exemplo de criptografia

A rede global da Cloudflare fica localizada entre os usuários finais e a infraestrutura dos clientes da Cloudflare, protegendo tanto os usuários quanto as empresas e acelerando o tráfego proveniente dos usuários ou direcionado a eles. A Cloudflare pode ser implantada na frente de qualquer tipo de infraestrutura de rede, incluindo as nuvens híbridas e multinuvem.