O que é a nuvem pública? | Nuvem pública vs. nuvem privada

As nuvens públicas são gerenciadas por um provedor de nuvem terceirizado. Os recursos de computação da nuvem pública são compartilhados entre vários clientes, diferentemente das nuvens privadas.

Share facebook icon linkedin icon twitter icon email icon

Nuvem pública

Objetivos de aprendizado

Depois de ler este artigo você será capaz de:

  • Definir "nuvem pública"
  • Entender a diferença entre nuvens públicas e privadas
  • Explorar as vantagens e desvantagens de usar uma nuvem pública

O que é a nuvem pública?

A nuvem pública é um serviço de nuvem oferecido a diversos clientes por um provedor de nuvem. O termo "nuvem pública" é usado para diferenciar o modelo de serviços de nuvem original acessado pela internet do modelo de nuvem privada. As nuvens públicas incluem serviços de SaaS, PaaS e IaaS.

Assim como todos os serviços de nuvem, a nuvem pública roda em servidores remotos gerenciados por um provedor. Os clientes desse provedor acessam os serviços de nuvem por meio da internet.

Qual é a diferença entre uma nuvem pública e uma nuvem privada?

Nuvem pública ou nuvem privada

O serviço de nuvem privada não é compartilhado com outras organizações. O usuário tem uma nuvem privada só para si.

A nuvem pública, ao contrário, compartilha serviços de computação entre clientes diferentes, embora todos os dados e aplicações executados na nuvem permaneçam ocultos de outros clientes da nuvem.

A nuvem pública é como alugar um apartamento, enquanto a nuvem privada é como alugar uma casa de tamanho parecido. Na casa você tem mais privacidade, mas o custo é maior e o uso de recursos não é tão eficiente. Em um apartamento, a manutenção é responsabilidade do síndico; em uma casa, é mais difícil contratar alguém para fazer um conserto e, às vezes, o inquilino precisa se virar sozinho.

Existem nuvens privadas hospedadas, que são oferecidas por um provedor de nuvem terceirizado, e nuvens privadas internas, que são gerenciadas e mantidas por uma organização.

O que é multilocação?

Como várias organizações compartilham a nuvem pública, pode acontecer que usem o mesmo servidor físico ao mesmo tempo. Isso se chama "multilocação".

"Multilocação" é quando vários clientes de um provedor de nuvem acessam o mesmo servidor. Os dados de duas empresas diferentes podem ser armazenados no mesmo servidor ou os processos de duas aplicações distintas podem ser executados no mesmo servidor.

Quais são as vantagens e desvantagens de usar a nuvem pública?

Prós:

  • Economia de custos: migrar para a nuvem pública é uma maneira de reduzir os custos operacionais de TI de uma empresa. Em suma, esses custos são repassados para um terceiro, que pode controlá-los de modo mais eficiente. Geralmente, as nuvens públicas também custam menos que as privadas, porque o provedor de nuvem consegue maximizar o uso de seu hardware e seus lucros por meio da venda de serviços a vários clientes de uma só vez.
  • Menos gerenciamento de servidor: se uma organização usa uma nuvem pública, as equipes internas não precisam perder tempo gerenciando servidores, como ocorre no caso de data centers obsoletos no local ou de nuvens privadas internas.
  • Segurança: várias empresas de pequeno e médio porte podem não contar com os recursos necessários para implementar medidas de segurança consistentes. Ao usar um serviço de nuvem pública, é possível terceirizar alguns aspectos de segurança cibernética para um provedor maior e com mais recursos.

Contras:

  • Preocupações com segurança e conformidade: a multilocação pode ser preocupante para as empresas que precisam cumprir normas rígidas de conformidade com regulamentações. A multilocação também representa um risco muito pequeno de vazamento de dados, mas que pode ser maior do que algumas empresas de áreas especializadas estão dispostas a tolerar (na verdade, o risco é mínimo; a maioria dos provedores de nuvem segue normas de segurança extremamente rigorosas). Por fim, pode ser difícil implantar as mesmas políticas de segurança para os recursos internos de uma organização e para uma nuvem pública que esteja relativamente fora de seu controle (especialmente durante a migração para a nuvem).
  • Dependência de fornecedores: isso é sempre preocupante quando se trata de tecnologia de nuvem. Uma organização que usa a nuvem economiza dinheiro e se torna mais flexível, mas também pode se tornar dependente dos serviços do provedor de nuvem — máquinas virtuais, armazenamento, aplicações e as tecnologias que ele oferece — para manter suas operações comerciais.

O que significam "multinuvem" e "nuvem híbrida"?

As implantações multinuvem e de nuvem híbrida incorporam as nuvens públicas:

  • Multinuvem é o uso de várias nuvens públicas ao mesmo tempo.
  • As implantações de nuvem híbrida combinam uma ou mais nuvens públicas com uma nuvem privada ou uma infraestrutura local.

Como a Cloudflare ajuda as organizações que usam nuvens públicas?

No caso de seus clientes, a rede da Cloudflare fica na frente das nuvens públicas para aumentar sua segurança e desempenho. O tráfego de rede dos usuários finais é direcionado para o data center da Cloudflare mais próximo e toda a pilha de produtos da Cloudflare é executada em todos os data centers, reduzindo a latência e filtrando o tráfego mal-intencionado. No caso das organizações que também querem incorporar um data center local, uma nuvem privada ou várias nuvens públicas, a Cloudflare trabalha com a nuvem híbrida, o esquema multinuvem ou qualquer outro tipo de infraestrutura. Além disso, a Cloudflare minimiza o risco de dependência do fornecedor atuando como um painel de controle único para diversas funções essenciais, como DNS, criptografia SSL/TLS, proteção contra DDoS e armazenamento em cache da CDN.