Como funciona a arquitetura de nuvem híbrida?

Para que uma nuvem híbrida funcione, a integração entre vários tipos diferentes de infraestrutura é fundamental.

Objetivos de aprendizado

Após ler este artigo, você será capaz de:

  • Entenda como funciona a arquitetura de nuvem híbrida
  • Aprenda as características que todas as implantações de nuvens híbridas têm em comum
  • Explore as maneiras como as diferentes partes de uma nuvem híbrida podem ser conectadas

Copiar o link do artigo

O que é nuvem híbrida?

Uma nuvem híbrida é uma combinação de dois ou mais tipos diferentes de infraestrutura: uma nuvem pública e uma nuvem privada ou uma infraestrutura local. As implantações de nuvens híbridas são cada vez mais comuns; muitas empresas querem combinar o poder da computação em nuvem pública com uma infraestrutura privada controlada mais rigidamente.

Como é a arquitetura de nuvem híbrida?

A arquitetura de nuvem híbrida pode variar bastante. A implantação de uma nuvem híbrida poderia combinar a infraestrutura local com uma nuvem pública:

Nuvem híbrida local

Também poderia combinar uma nuvem pública com uma nuvem privada:

Nuvem híbrida com uma nuvem pública e uma nuvem privada

Ou poderia combinar várias nuvens públicas, nuvens privadas e infraestrutura local. Independentemente da configuração específica utilizada, toda arquitetura de nuvem híbrida terá algumas características em comum:

  • Integração de dados: Os dados de uma organização serão sincronizados em sua infraestrutura de nuvem pública e não pública. A sincronização de dados nessas diferentes infraestruturas pode ser um desafio, e uma empresa pode precisar implementar uma solução técnica adicional para manter automaticamente a consistência dos dados.
  • Conexões de rede: Nuvens privadas, infraestrutura legada e nuvens públicas são conectadas umas às outras, seja por meio da internet pública ou de uma rede privada. Essa conectividade de rede é essencial para o funcionamento de uma implantação de nuvem híbrida.
  • Gerenciamento unificado: O ideal é que o gerenciamento da nuvem híbrida seja feito por uma ferramenta abrangente, eliminando a necessidade de gerenciar cada nuvem separadamente. O gerenciamento de nuvens feito separadamente pode ser difícil porque cada nuvem terá diferentes APIs,* diferentes SLAs,** além de funcionalidades e recursos diferentes.

*Uma API, ou interface de programação de aplicativos, permite que um aplicativo "use" um recurso ou funcionalidade de outro aplicativo, ou nesse caso, um serviço em nuvem, e incorpore esse recurso ou funcionalidade ao serviço do próprio aplicativo.

**Um "SLA" é um Contrato de Nível de Serviço e define os serviços que um fornecedor de nuvens fornecerá.

Como as nuvens híbridas são conectadas?

Para as nuvens híbridas, as conexões de rede entre as diferentes infraestruturas são muito importantes. Se elas não estiverem conectadas, uma organização não está realmente operando uma nuvem híbrida. Em vez disso, estarão operando várias nuvens em paralelo umas com as outras, e os dados podem não estar alinhados em todas as nuvens.

Nuvens públicas, nuvens privadas e infraestrutura local podem ser conectadas por meio dos métodos a seguir:

    Nuvem Híbrida com VPN
  • VPN: Uma VPN, ou rede privada virtual, permite conexões seguras, criptografadas pela internet. Como o tráfego da VPN é criptografado, qualquer pessoa ou máquina conectada a uma VPN pode se comunicar de uma forma tão segura como se estivesse conectada a uma rede interna privada. Com uma VPN, as nuvens e a infraestrutura local podem se conectar com segurança pela internet pública.
  • Nuvem Híbrida com WAN
  • WAN: Uma rede de longa distância (WAN) é uma rede que conecta computadores à distância, o oposto de uma rede local (LAN) que conecta computadores localmente (dentro do mesmo prédio ou nas mesmas instalações). As conexões por WAN são mais confiáveis do que as conexões pela internet pública. Para nuvens híbridas, uma WAN deve ainda criptografar as conexões usando uma VPN.
  • Nuvem Híbrida com API
  • APIs: As integrações de API são essenciais para fazer uma nuvem híbrida funcionar conectando plataformas, bancos de dados, aplicativos, e assim por diante. As chamadas APIs são enviadas de uma nuvem para outra como solicitações HTTP e também podem ser enviadas pela internet aberta, por uma VPN ou por uma WAN.

Como a Cloudflare suporta implantações de nuvens híbridas?

A Cloudflare facilita o gerenciamento de implantações de nuvens híbridas, além de outros tipos de implantações de nuvem, como a multinuvem. A rede de nuvens da Cloudflare, que se encontra distribuída por 275 cidades em 100 países, reside na frente de qualquer infraestrutura de nuvem e gerencia o DNS, a proteção contra DDoS, a aceleração de conteúdo, a criptografia TLS e outras funções essenciais. A Cloudflare também ajuda no controle de acesso do usuário, um aspecto essencial de qualquer implantação de nuvem.